Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Corpo de Eduardo Campos e dos outros tripulantes ficaram desintegrados, diz Bombeiros

Publicada em 13/08/2014 ás 16:51:12

Local do acidente

 Apenas exames de DNA poderão identificar os corpos das vítimas do acidente que matou o candidato à presidência Eduardo Campos e outras seis pessoas na queda de um avião nesta quarta-feira (13/08).

Ao jornal Folha de S.Paulo, o chefe da Defesa Civil de Santos disse que nenhuma das vítimas foi identificada. "Todos os corpos estavam desintegrados. Não há nenhum corpo reconhecido até agora", disse.
 
Oito imóveis foram atingidos antes do bi motor Cessna Citation XLS+ se chocar contra o solo. Sete pessoas estavam a bordo do avião que caiu - Eduardo Campos, dois pilotos e quatro membros da comitiva. Não há sobreviventes.
 
A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou a queda da aeronave através de um nota. A queda aconteceu por volta das 10h desta quarta-feira (13), quando uma aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu no litoral de São Paulo após decolar do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP).
Ao se preparar para o pouso, o avião arremeteu por conta do mau tempo. Logo depois, o controle de tráfego aéreo perdeu o contato com o jato da campanha do partido. Após a queda, o jato atingiu algumas casas na região e, conforme informações preliminares, havia pelo menos 10 pessoas feridas pelos estilhaços da queda e colisão. 
 
Ainda segundo o PSB, a candidata à vice Presidência do PSB, Marina Silva, não estava viajando na mesma aeronave. Ela está a caminho de Santos. A Aeronáutica informou que já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente. 
 
Informações do CORREIO 24 HORAS Foto Tassio Ricardo
 
Autor/ Créditos: Jorge Magalhães

 

Leia Também