Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

NO RIO, EMPRESA É CONDENADA A INDENIZAR EMPREGADA POR REVISTAS ÍNTIMAS

Publicada em 10/04/2016 ás 20:06:04

 No Rio de Janeiro, uma indústria de confecções foi condenada a pagar R$ 10.000,00 a título de danos morais por promover revista íntima de funcionária. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, ficou comprovado o abalo de ordem moral, o que ensejou o direito à indenização.

Segundo a ex-funcionária, a empresa realizava revistas íntimas diárias (na saída do almoço e no término da jornada). O procedimento consistia em obrigar o empregado a abaixar calça/bermuda/saia até os joelhos e levantar blusa até os ombros para que vigilante pudesse atestar se havia furto ou não de produtos.
 
Para a juíza Maria Helena Motta, responsável pelo julgamento do processo, a exposição contínua da funcionária leva a situação constrangedora em ambiente laboral e representa violação de intimidade e privacidade.
 
Ainda cabe recurso da decisão.
 
Fonte: Tribunal Regional do Trabalho de 1ª Região.   
 
Autor/ Créditos: Bruno Cerqueira

 

Leia Também