Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

ACM Neto é reeleito prefeito de Salvador com 74% dos votos

Publicada em 02/10/2016 ás 18:45:26

ACM Neto

O prefeito ACM Neto foi reeleito neste domingo (02/10), confirmando pesquisas que indicavam seu amplo favoritismo na disputa em Salvador. Ele derrotou, entre outros, os candidatos Alice Portugal (PCdoB) e Pastor Sargento Isidório (PDT). Com gestão aprovada pela maioria dos soteropolitanos, Neto teve uma campanha tranquila e esteve à frente o tempo inteiro nos levantamentos de votos.

ACM Neto obteve 74,01 dos votos, Alice Portugal 14,66, Pastor Sargento Isidório 8,39, Claudio Silva 1,48, Fábio Nogueira, 1,09, Célia Sacramento 0,24, Da Luz 0,13.

Em entrevista ao CORREIO, Neto falou de suas prioridades para a nova gestão. "De um lado, o desafio é garantir a consolidação do que conquistamos nessas áreas. Do outro, é claro, trazer novidades. Caso eu seja reeleito, não haverá governo de continuísmo. Provavelmente, farei uma reformulação administrativa", disse. "A prefeitura vai apresentar, em caráter emergencial, propostas que possam estimular a economia de Salvador. A ideia é que a cidade possa sair da crise antes das outras capitais".

Histórico
Atualmente com 37 anos, ACM Neto foi eleito prefeito de Salvador em 2012, em sua segunda tentativa - em 2008, perdeu ainda no primeiro turno. Formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), ele foi líder do DEM na Câmara dos deputados, além de vice-presidente e corregedor da Câmara.


Seu envolvimento com a política vem desde cedo e de família. Ele é neto de Antônio Carlos Magalhães, falecido em 2007, e sobrinho de Luís Eduardo Magalhães, morto em 1998. Precoce, com 11 anos fundou o grêmio estudantil do Colégio Maristas. Estudou Direito na Ufba e nesta época se filiou ao então PFL, do qual presidiu a ala jovem no estado e no país.

Em 2002, já formado, ensaiou um passo mais alto. Um dos amigos e colaboradores mais próximos do senador ACM lembra que, naquele ano, o avô queria que, inicialmente, o neto tentasse eleição para a Assembleia. O plano era lançá-lo deputado estadual, cargo que serviria como laboratório de experiência política para o pupilo. Mas Neto foi candidato a deputado federal e surpreendeu com o bom desempenho. Com 400.275 votos, Neto se tornou deputado federal aos 23 anos.

Ele se reelegeu deputado nas eleições de 2006. Em 2008, foi candidato à prefeitura de Salvador pela primeira vez, mas não teve votação suficiente para chegar ao segundo turno. 

Em 2010, voltou a ser eleito deputado federal - foi o mais votado da Bahia e o oitavo mais votado no Brasil. Em 2011, ele foi escolhido o 6º parlamentar mais influente do Congresso. Em 2012, se candidatou novamente à prefeitura de Salvador. Ele disputou segundo turno com Nelson Pelegrino (PT) e foi eleito com 53% dos votos.

Informações e fotos do CORREIO 24 HORAS

Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também