Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Músico de apenas 10 anos "rouba a cena" na abertura do projeto Música e Dança na Praça

Publicada em 25/09/2017 ás 14:05:22

Música no MAP

 Quem foi ao Mercado de Arte Popular (MAP) no sábado, 23, pela manhã, presenciou um belo encontro de gerações. O saxofonista Marquinhos Pisca foi uma das atrações da abertura do Projeto Música e Dança na Praça. Mas quem roubou a cena foi seu filho João Marcos, de apenas 10 anos.

O garoto começou a tocar violão aos 5 anos. Toca teclado também. E como diz o ditado popular que filho de peixe, peixinho é, João é filho de Marquinhos Pisca, um músico que já tocou saxofone em bandas conhecidas em Feira de Santana, como a Xero Mole, por exemplo.
 
“O gosto pela música foi algo que nasceu naturalmente em João. A família da mãe tem muitos músicos. Como pai fico orgulhoso de estar vendo o amadurecimento de um bom músico e de um cidadão”, destaca Pisca.
João Marcos mostra desenvoltura acima da média para a idade. Toca violão e canta. “Eu vou ser músico, sim. Claro que ver meu pai tocando me incentiva, mas gosto mesmo de instrumentos e de música. Aí tudo fica mais fácil”, explica.
 
Marquinhos Pisca e o filho João Marcos foram algumas das atrações do Projeto Música e Dança na Praça, que começou sábado no MAP e é promovido pela Fundação Egberto Costa, da Prefeitura de Feira de Santana.
 
A programação começou com a apresentação do grupo de dança Estrelas da Massa Popular (EMAP). Na sequência a bela voz e o talento de Rachel Reis, um dos talentos que surgiram recentemente na música feirense. E um velho conhecido do público da cidade encerrou a programação. Paulo Bindá botou a turma pra dançar com sua banda.
O projeto segue até dezembro, quando termina a primavera. Novas datas e atrações serão definidas ainda esta semana.
 
Autor/ Créditos: Jorge Magalhães

 

Leia Também