Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Pelo sexto ano seguido, Bahia fica fora do Horário de Verão

Publicada em 26/09/2017 ás 13:59:42

Horário de verã

 A Bahia vai ficar de fora do horário de verão mais uma vez. O governador Rui Costa confirmou a informação durante um evento na manhã desta terça-feira (26/09). Este é o sexto ano consecutivo que o estado não vai aderir. A última vez que a Bahia adiantou os relógios no verão foi em 2011, após oito anos sem participar.

Em 2012, o governador Jaques Wagner chegou a anunciar que a Bahia entraria no horário de verão, mas a decisão foi cancelada. A justificativa, segundo o governo, foi pela rejeição da população. Uma pesquisa encomendada pelo governo na época apontou que 75% da população baiana se mostrava contrária à adesão ao horário de verão.
 
Horário de verão no país
Início - 0h de 15 de outubro (relógio são adiantados em 1 hora)
 
Fim - 0h de 18 de fevereiro (relógios são atrasados em 1 hora)
O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, confirmou na segunda-feira (25) que o horário de verão será mantido em 2017. Com a decisão, os moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão adiantar os relógios em 1 hora a partir do dia 15 de outubro.
O fim do horário de verão chegou a ser avaliado pelo governo depois que um estudo do Ministério de Minas e Energia apontou queda na efetividade do programa, já que o perfil de consumo de eletricidade não estava mais diretamente ligado ao horário e sim à temperatura, com picos de consumo nas horas mais quentes do dia.
 
Entretanto, o país passa por mais um ano de chuvas fracas que reduziram o armazenamento de água nas represas das hidrelétricas e o governo vem adotando medidas para garantir a oferta de eletricidade, entre elas oaumento da importação de energia do Uruguai e início da importação da Argentina.
 
Diante desse quadro, mesmo que pequena, a economia de energia proporcionada pelo horário de verão pode ajudar o sistema elétrico nacional.
 
Informações do g1 
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também


17/Outubro/2017 ás 20:37:28