Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Cadmiel critica ações sociais praticadas em programas de televisão

Publicada em 18/10/2017 ás 14:29:50

Cadmiel Pereira (PSC)

 O vereador Cadmiel Pereira (PSC), durante discurso na sessão desta quarta-feira (18), na Casa da Cidadania, criticou o modelo de ação social praticado pelos programas Caldeirão do Huck, da Rede Globo, e Programa do Gugu, na Rede Record. Os quadros exibidos, em sua opinião, são sensacionalistas e visam apenas a audiência e não a verdadeira função da assistência social, que é regulamenta por lei.

“Estamos vivendo no Brasil dias em que a assistência social tem lutado para trazer reparações e igualdade para aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Não estamos falando de uma assistência social benemérita, primeiro damismo e de entrega de cesta básica. Estamos falando de uma assistência social que tem leis, diretrizes, princípios. Não posso acreditar numa forma de reparação de assistência social como acontece no palco do Luciano Huck, que faz uma reforma num quarto, faz o Lata Velha. Eu sei que o Brasil para alguns está como uma lata velha, mas, nem por isso vou chamar o Luciano Huck para dar jeito”, criticou.
 
O edil criticou a falsa entrevista com integrantes do PCC exibida pelo Programa do Gugu, na Rede Record. “Quer dizer que isso é um ato de solidariedade? Levar no sábado e no domingo um programa de TV que escolheu uma pessoa, entre 200 milhões de habitantes, e dizer que fez a reforma de um quarto. E é uma pessoa que entende de demandas sociais em um país. Estamos de brincadeira. Isso não é reconhecer um país que precisa de avanço”, lamentou, denominando os programas como sensacionalistas.
 
Cadmiel destacou o trabalho realizado pelos trabalhadores do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) que lutam por melhores condições de trabalho e valorização salaria. “A assistência social que acredito é aquela que é preconizada pelas normas do Conselho Nacional de Assistência Social, das portarias, dos decretos de Ministério, que respeitam a todos como igual, sem sensacionalismo e sim pelo atendimento para quem dela precisar”, pontuou parabenizando a todos os trabalhadores da assistência social.
 
Ainda no uso da tribuna, Cadmiel parabenizou todos os médicos do Brasil pelo Dia do Médico, comemorado em 18 de outubro.
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também