Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Confronto termina com 2 mortos, 5 presos e apreensão de R$ 500 mil em armas

Publicada em 23/10/2017 ás 13:44:00

Apresentação

 Dois homens suspeitos de tráfico de drogas morreram em confronto com a polícia no domingo (22/10), durante uma operação de combate ao tráfico, em Abrantes, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador.

Outros cinco suspeitos foram presos na ação. Dois fuzis AK 47 calibre 7.62, uma metralhadora Taurus calibre 9mm, uma submetralhadora MT12 calibre 9mm, uma espingarda calibre 28 e uma pistola CZ calibre 9mm, avaliados em aproximadamente R$ 500 mil, além de cerca de 9 kg de maconha, foram apreendidos com o grupo. As informações foram divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) nesta segunda-feira (23/10).
 
Conforme a SSP, os homens que morreram, identificados como Samir Lavinne Alves dos Santos, de 32 anos, e Álamo Machado Arapiraca, de 27, foram baleados após reagiram à abordagem policial e chegaram a ser socorridos para o Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, mas não resistiram aos ferimentos.
Os suspeitos presos foram identificados pela polícia como Rafael Almeida de Jesus, de 28 anos, Bruno Ferreira de Souza, de 22, Israel de Jesus Avelino Júnior, de 35, Laiane Santos Pereira, de 18, e Bárbara Laís Santos Pereira Alves, de 24. Conforme a SSP, Rafael Almeida de Jesus, conhecido como "Rafinha", é o Oito de Paus do "Baralho do Crime". Ele foi incluído no baralho em fevereiro deste ano.
 
De acordo com a secretaria, o grupo é responsável pela explosão de um caixa eletrônico localizado no Plaza Shopping, na Avenida Silveira Martins, no bairro do Cabula, em Salvador. O crime ocorreu no dia 6 de outubro. Os homens fugiram do local deixando uma mochila contendo explosivos não detonados e bananas de dinamite. O grupamento antibomba precisou ser acionado para remover os artefatos.
A ação que resultou na prisão dos suspeitos contou com a participação de equipes da Força Tarefa da SSP, Batalhão de Choque, Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e PF. Os suspeitos foram encaminhados para o sistema prisional, onde estão à disposição da Justiça.
 
Informações do g1 e fotos SSP-BA
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também