Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Maryzélia participa da maior roda de samba do planeta e entra para o livro dos recordes

Publicada em 22/10/2017 ás 16:48:31

Maryzélia e Dudu

 A cantora Maryzélia fez parte de um dos momentos mais importantes da história musical brasileira. A artista feirense participou da maior roda de samba do mundo, realizada no sábado (21/10) e que entrou para o Guinness Book. O evento reuniu mais de 5 mil pessoas e cerca de 250 sambistas no Parque de Madureira, no Rio de Janeiro, cidade onde Maryzélia reside atualmente e está conquistando seu espaço.

“Foi emocionante participar desse momento único para o nosso samba. Nunca passou pela minha cabeça fazer parte de um evento tão importante para a nossa música, mas a ocasião chegou e eu estava lá representando a nossa Bahia, a nossa Feira de Santana”, comemora a cantora.
 
A festa começou por volta das 13h, mas seu ponto alto ocorreu depois das 21h. Após 15 minutos seguidos com todos os componentes da mesa tocando e cantando sambas-enredos históricos, como “Aquarela Brasileira”, da Império Serrano, de 1964, e “É Hoje”, da União da Ilha, de 1982, a sirene que decretava o recorde foi acionada. E aí a folia foi geral, ao som de “Vou Festejar”, sucesso de Jorge Aragão.
 
O recorde foi certificado ao vivo pela juíza oficial do Guinness World Records, Natalia Ramirez, que contou com seis colaboradores para registrar o momento. Durante a ação necessária para o registro do recorde, todos os integrantes da mesa, que estava repleta de petiscos típicos a toda roda de samba, tinham que estar sentados e com um copo de cerveja para cada um deles.
 
Promovido pela cervejaria Antarctica, o evento gratuito reuniu o projeto Criolice – que Maryzélia faz parte como a única voz feminina, o grupo Fundo de Quintal, o cantor Dudu Nobre, a roda do Cacique de Ramos, a cantora Sandra de Sá e a Velha Guarda da Mangueira, dentre outros convidados. Cada convidado fez sua apresentação individual. Vale lembrar que a artista feirense e o Criolice já são conhecidos no Rio por realizarem a maior roda de samba da Cidade Maravilhosa.
 
A festa no Parque de Madureira teve um lado social. Parte do dinheiro arrecadado com a venda das latinhas de cerveja vai ser revertida para a Rede de Rodas de Samba Carioca. A entidade foi criada em 2014 e é voltada para o desenvolvimento dos potenciais cultural, econômico, social e turístico das rodas de samba no Rio.
 
Com informações do G1.
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também