Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Homem tem até dia 24 para examinar próstata através do Novembro Azul da Fundação Hospitalar

Publicada em 17/11/2017 ás 15:22:07

CMPC

 O primeiro passo é se dirigir ao Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC). Ali, o cidadão terá acesso ao primeiro atendimento (triagem para exames laboratoriais) e será encaminhado para a realização de dosagem do PSA (conhecido por Antígeno Prostático Específico) - exame de sangue simples feito em laboratório que detecta alteração na próstata -, além de aferição de pressão e teste de glicemia.

O benefício é proporcionado pela campanha Novembro Azul, realizada pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), com o objetivo de conscientizar a sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.
 
Com uma programação voltada para homens a partir de 45 anos, o CMPC também oferece, do dia 13 ao dia 24 deste mês, ultrassom da próstata, consulta com médico urologista e ainda palestras que abordarão sobre o tema. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, pois cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos.
O encerramento das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul ocorre no próximo dia 25 (sábado) na Lagoa do Geladinho com uma programação especial.
 
No Brasil, a doença é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos e considerando ambos os sexos é o quarto tipo mais comum e o segundo mais incidente entre os homens, com taxa de incidência maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.
 
O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida. 
Exames no Hospital da Mulher, ultrassom de próstata no CMDI
 
“Recebendo o resultado, o paciente retorna ao Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez para se consultar e marcar o ultrassom da próstata. Após este exame, encaminharemos para o urologista”, explica a coordenadora da unidade, Kênia Lasse (foto). Segundo ela, os exames dos pacientes serão totalmente realizados no laboratório do Hospital da Mulher, e ultrassonografia de próstata através do Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine.
Uma advertência importante: é desnecessário um novo exame para casos de pacientes-homens que já foram submetidos ao procedimento nos últimos doze meses.
 
Aposentado Manuel Modesto de Medeiro, 71 anos, paciente do CMPC desde a primeira campanha em 2013
 
“Faço meus exames desde os 45 anos porque confio na medicina. Não sinto nada, nunca fui operado. É um exame tranquilo”.
 
Antônio Lima Oliveira, 70 anos
“A maior alegria é chegar ao consultório do médico e ele falar que você não tem nada. Que o homem não tenha preconceito, porque é um exame muito importante e através dele que a gente percebe como está a nossa saúde”, afirma o aposentado.
Meta é “obter resultados” em casos positivos
“Hoje, o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez é uma unidade de referência na promoção dessas ações e busca sempre atender o maior número possível de homens e, principalmente, dar resultados durante o tratamento em casos positivos detectados”, diz a presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), Gilberte Lucas (foto). Ela observa que a campanha Novembro Azul) é “fundamental para estimular o homem a realizar periodicamente seus exames. “É importante realizarmos ações educativas com foco na conscientização e prevenção ao câncer, principalmente para fortalecer a consciência no homem para realização de exames. Também estimulamos os que aqui comparecem a colaborarem com a conscientização de outros homens ainda não sensibilizados”.  
 
CMPC diagnosticou 42 casos de câncer de próstata no 1º semestre
Somente no primeiro semestre, o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez apurou 42 casos com diagnóstico para CA de próstata. Foram realizados mais de 1500 atendimentos, entre consultas e exames com urologista (503), oncologista (60), dermatologista (60), além de ultrassonografias de próstrata (234), de abdómen total (1251) e do aparelho urinário (48) e biópsias de próstata (112). O CMPC exerce papel fundamental na saúde pública do município com a realização de exames especializados para detecção e prevenção, tratamento, encaminhamentos e, principalmente, acompanhamentos de câncer de próstata.
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também