Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Hackaton: 14 equipes pensam ideias inovadoras para segurança pública

Publicada em 27/01/2018 ás 21:48:46

Hackaton

 Nas próximas 36 horas, 14 equipes formadas por estudantes e profissionais da tecnologia da informação ou setores relacionados, criarão ideias focadas na segurança pública. O Hackaton de Feira de Santana, maratona para a criação de programas inovadores e exequíveis, foi iniciada na manhã deste sábado, 27. Os vencedores serão conhecidos na tarde de domingo.

Os grupos, formados de três a cinco componentes, terão que desenvolver ações inovadoras para que a administração pública a execute. São livres para criar dentro da proposta do tema. O evento, que está acontecendo no auditório do Sesi, é realizado pela Fundação Municipal da Tecnologia da Informação, Telecomunicação e Cultura Egberto Costa, Sesi, Senai, e parceiros outros.
 
O Hackathon é um evento que reúne programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software para uma maratona de programação, cujo objetivo é desenvolver um software que atenda a um fim específico ou projetos livres que sejam inovadores e utilizáveis. No caso de Feira, a segurança pública.
           Passo importante para a cidade
 
“Este é um passo importante para Feira de Santana porque as pessoas que aqui estão buscarão soluções tecnológicas que ajudarão na segurança pública”, afirmou o prefeito em exercício, Colbert Filho. Ele disse acreditar em bons resultados. “Estes aplicativos poderão ser usados na política de redução de violência e outras ações ilegais”.
 
Ele ainda disse que a participação de todos os setores que trabalham na segurança pública mostra a importância do Hackaton. Mandaram representantes o Exército, policias Civil e Militar, Ministério Público, Guarda Municipal, universidades e faculdades.
As ideias contribuirão para tornar a segurança mais eficiente
 
O secretário de Prevenção à Violência, Pablo Roberto, disse acreditar nos bons resultados do evento e que as ideias que serão apresentadas contribuirão para tornar a segurança pública ainda mais eficiente. “O que se pretende é que estas ideias unam aplicabilidade com eficiência”.
 
João Pedro Santos, da equipe feirense Gerenciagram, disse que as equipes vão se focar na busca de soluções possíveis para o problema da violência. Clériston Sampaio, da AC2 Hack, disse que se admirou com o nível dos competidores. “Com certeza que daqui sairão ideais que serão aplicadas com facilidade”.
Os trabalhos serão analisados por uma equipa formada por profissionais da Tecnologia da Informação, segurança pública e empresários. Esteve presente o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira.
 
Fotos: Cau Preto
 
Autor/ Créditos: Redação

 

Leia Também