Correio Feirense - O portal de Notícias de Feira de Santana - Bahia

OFERECIMENTO

Novo CMDI funcionará como clínica multiuso e terá algumas especialidades médicas

Publicada em 30/01/2018 ás 10:23:26

Novo CMDI

 A nova sede do Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine, que está sendo construída pela Prefeitura de Feira de Santana, no bairro Baraúnas, funcionará como uma clínica multiuso, onde deverão ser ofertadas algumas especialidades médicas, a exemplo de neurologia, urologia e cardiologia.  

A unidade será composta de três pavimentos. Terá uma estrutura moderna e ampla, com elevador e ambiente totalmente climatizado, para proporcionar conforto aos seus usuários. A obra deverá ficar pronta dentro de seis meses, cujo recurso é da ordem de R$ 1.061.137,37 mi. 
 
O espaço contará com quatro salas de ultrassom, uma sala de Raio X, uma de mamografia, uma de densitometria, dois consultórios médicos, uma sala de endoscopia, uma sala de recuperação pós-anestésico, uma sala de ecocardiograma, uma sala de eletrocardiograma, espaço para guardar objetos, almoxarifado, dois sanitários no térreo, laboratório de processamento de filmes.
De acordo com o engenheiro da Construtora Simões Estrela, empresa responsável pela obra, Hannockeff Boness, as salas de exames de imagem – Raio X, mamografia e tomografia – onde ficarão os equipamentos que emitem radiação, terão revestimento baritado (mistura de argamassa e bário), que é ideal para proteção radiológica.
 
“Todas as paredes do térreo já foram levantadas, bem como a instalação da rede hidráulica. Os trabalhos estão concentrados na armação das vigas e da laje para que possamos iniciar a construção dos pavimentos superiores”, informa.
A construção da sede própria do CMDI representa um grande avanço para a saúde de Fera de Santana. Atualmente o equipamento, que é administrado pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana, funciona num prédio alugado na avenida Maria Quitéria [na foto acima]. Somente no ano passado realizou 75.225 exames, como ultrassonografia, mamografia, eletrocardiograma e Raio X. 
 
Foto: Jorge Magalhães
 
Autor/ Créditos: Renata Leite

 

Leia Também